Um Modelo Participativo para o Brasil

Uma união da comunidade no desenvolvimento da nossa cidade!
Os Conselhos de Desenvolvimento Regionais (CDRs) são ferramentas que somam os esforços de centenas de voluntários da Sociedade Civil Organizada de Florianópolis. Cada região da cidade tem um conselho, são estes: CODENI (Norte da Ilha), CODECON (Continente), CODECEN (Centro), CODELI (Leste da Ilha) e CODESUL (Sul). Estes são formados por entidades sem fins lucrativos, dentre elas estão associações de moradores, conselhos comunitários, conselhos locais de saúde, conselhos de segurança, associações de pescadores, entidades de classe, esportivas, sociais, empresariais e econômicas. Este movimento é apartidário e uma iniciativa da sociedade!
Os CDRs surgiram de uma necessidade vislumbrada dentro de ACIF na Regional Canasvieira, onde entidades locais faziam solicitações e não eram atendidas, percebendo esta necessidade surgiu a ideia de unir estas entidades em um Conselho e em 2012 surgiu o CODENI – Conselho de Desenvolvimento do Norte da Ilha. Com a repercussão positiva e com o reconhecimento adquirido surgiram sequencialmente os demais conselhos de Florianópolis, em 2015 o CODECON – Conselho de Desenvolvimento do Continente, posteriormente em 2016 o CODECEN – Conselho de Desenvolvimento do Centro, depois em 2017 o CODELI – Conselho de Desenvolvimento do Leste da Ilha e no final de 2017 surgiu o CODESUL – Conselho de Desenvolvimento do Sul.
Os CDRs são CO-Irmãos e possuem o mesmo formato de Estatuto, regimentos e normas. São compostos apenas por entidades, não sendo permitido a inclusão de pessoa física como associado. Os 5 CDRs partem dos mesmos princípios além de possuírem os mesmos objetivos estatutários que são: debater os assuntos de suas regiões, possibilitar a aproximação e o conhecimento entre as entidades, realizar trabalhos em conjunto, fazer reivindicações coletivas, realizar o planejamento regional e capacitar as lideranças com os expositores da noite. Além de buscar implementação da política participativa na nossa cidade.
Após a criação do CODENI – Conselho de Desenvolvimento do Norte da Ilha, e do CODECON – Conselho de Desenvolvimento do Continente, com a representatividade que passaram a ter, em outubro de 2016, foi realizado o maior encontro com os candidatos à Prefeitura de Florianópolis, com a presença de 4 dos 5 candidatos mais bem colocados nas pesquisas de intenção de voto. Neste encontro foi entregue a cada um dos candidatos a proposta do Projeto de Lei de Política Participativa para Florianópolis além de uma reinvindicação de se ter dentro do governo municipal um órgão que daria suporte aos Conselhos e suas entidades associadas. Tamanho foi o sucesso deste evento que todos os candidatos presentes assinaram um termo se comprometendo que se eleito encaminhariam o Projeto de Lei para Câmara de Vereadores, além de concordar com a criação deste órgão.
Ainda em 2016 nascia o CODECEN – Conselho de Desenvolvimento do Centro, que assim passaria a compor junto com os outros 2 Conselhos CO-Irmãos.
A partir de então, nascia os CDRs – Conselhos de Desenvolvimento Regionais, que nada mais é que a união dos Conselhos de Desenvolvimento Regionais agora cobrindo 3 regiões da cidade.
Em 2017, com a composição da nova equipe da Prefeitura de Florianópolis, o prefeito eleito, que se comprometeu no encontro com os candidatos, cumpriu o compromisso assumido criando a Superintendência das Relações Comunitárias, grande vitória para os conselhos que a partir dai indicaram o Sr. Milton Weber Filho, como sendo o representante dos CDRs dentro do governo municipal, que faz o suporte dentro da prefeitura aos conselhos.
Nesta mesma época nascia o CODELI – Conselho de Desenvolvimento do Leste da Ilha, com atuação ativa no leste de Florianópolis.
E depois de um ano de muitas atividades surgia, no final de 2017 o 5 Conselho CO-Irmão, o CODESUL – Conselho de Desenvolvimento do Sul, que desta forma cobria todas as regiões de Florianópolis.
Já em 2018 realizamos um grande encontro promovido pelos 5 Conselhos de Desenvolvimento Regionais para a entrega formal do Projeto de Lei de Política Participativa para Florianópolis ao Prefeito Municipal, o qual se comprometeu ainda em campanha em levar a Câmara de Vereados este projeto. E assim o fez no dia 11/07/2018, onde pela primeira vez em seu mandato foi pessoalmente levar um projeto à Câmara, denotando a importância deste Projeto.

A Maior Mobilização da Sociedade da História de Florianópolis

ENTIDADES ASSOCIADAS

Deixe seu e-mail ou whatsapp